segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

1ª CORRIDA DE SÃO SEBASTIÃO


5 °DIA: O PADRE E A MISSÃO DE ENSINAR, SANTIFICAR E CONDUZIR O POVO!

O dia 15 de janeiro em nossa Paróquia iniciou-se às 9 com a Santa Missa presidida pelo nosso pároco Cônego Tarcísio, abrilhantada pelo Coral Juventude Missionária. Após a missa uma concentração de pessoas aguardava o início da procissão de carros de bois que encheu de muita alegria as crianças, adultos e idosos. 
Foram cavaleiros, violeiros, berrantes e 12 carros de boi e um de cabritos todos receberam a bênção com aspersão de água benta pelo Cônego Tarcísio.
Crianças e adultos não perderam a oportunidade de um passeio nos carros de bois até o Instituto Padre mestre Correia onde foi servido um delicioso feijão tropeiro,e ao lado acontecendo em clima de muita alegria e participação o leilão de gados e outros animais, tudo muito bom e bonito.
A tarde a juventude E A C com festival de sorvetes.
E encerrando o nosso domingo, o 5° dia da festa do nosso Padroeiro São Sebastião, às 19h30min com o tema: " O PADRE E A MISSÃO DE ENSINAR, SANTIFICAR E CONDUZIR O POVO" deu-se início a Santa Missa presidida pelo padre Marcelo Santiago, Pároco da Igreja do Pilar em Ouro Preto e filho da nossa Paróquia, com a participação do setor 5, São Vicente,Legião de Maria e Apostolado da oração.Padre Marcelo em sua homilia além de ressaltar o evangelho de São João 1,29-34 destacou bastante a missão de ensinar e conduzir o povo de Deus a santificação.
O ofertório de prendas organizado pela comunidade de Santo Expedito, Setor 5 e toda assembleia participativa com o dízimo. Encerrando a celebração com as orações da novena em honra a São Sebastião, bênção de água e objetos de devoção. Fátima Oliveira agradeceu ao padre Marcelo Santiago pela presença e participação em nossa Novena. Foi feito o convite para a confraternização e momento cultural com os jovens que abrilhantaram e contagiaram a todos e assim encerrou o nosso domingo. 


























                                                                                                                      Texto: Érica Duarte
                                                                                                                      Fotos: Érica Duarte








domingo, 15 de janeiro de 2017

4º DIA: O SACERDOTE TIRADO DO MEIO DO POVO PARA SERVIRA A TODOS!

Com o tema "O sacerdote tirado do meio do povo para servir a todos!", celebramos neste dia 14 de janeiro o 4º dia da novena em honra ao nosso padroeiro São Sebastião. Com celebrações às 8 horas da manhã e às 19 horas e 30 minutos,  pela manhã presidida pelo padre, José Paulinho e à noite presidida por cônego Tarcísio. Participação do setor 4, Santa Faustina, Pastoral da Esperança, COMIPA, Dimensão Missionária,e grupos de reflexão.
A partir do tema, cônego Tarcísio, iniciou a reflexão agradecendo a Deus pela vida dos sacerdotes.
Quando João Batista disse: "Eis o cordeiro de Deus,aquele que tira o pecado do mundo",se referia ao cordeiro imolado para a redenção da humanidade.Por isso Jesus era chamado de sumo sacerdote.A extensão do evangelho desta noite,nos remeteu ao tema proposto deste ano para a vocação sacerdotal.Para que a igreja conclua sua missão é necessário procurar o sentido da eucaristia,descobrir dons para fazer o certo para a humanidade.Promover a vida,buscar a justiça e a igualdade.Motivar nossas comunidades,com nossos jovens para a busca do sacramento da ordem.Que Cristo nos fortaleça na fé,que a luz de Cristo,nos ajude a ser luz na vida dos outros.










Fotos: Tatyane Silva /Alexandre 
Texto: Eliane Martin




sábado, 14 de janeiro de 2017

3° DIA DA NOVENA: "SER PADRE: PARTICIPAÇÃO NO SACERDÓCIO DE JESUS CRISTO."

 Com o tema "Ser Padre: Participação no sacerdócio de Jesus Cristo", celebramos neste dia 13 de janeiro o 3º dia da novena em honra ao nosso padroeiro São Sebastião. Com celebrações às 8 horas da manhã e às 19 horas e 30 minutos,  pela manhã presidida pelo padre salesiano, José Paulino e à noite presidida pelo Padre Túlio Fillard, pároco da Paróquia do Divino Espírito Santo. Contamos com a participação do Setor Santa Paulina, dos funcionários da paróquia, Equipe da farmácia comunitária e PASCOM. 
Em sua homilia Padre Túlio nos levou a refletir sobre as seguintes colocações: Esta liturgia que tem como tema central a proposta de nossa arquidiocese que é celebrar o "Ano da vocação sacerdotal", e como tema central da festa "Permanecei no meu amor" (Jo 15,9). Cristo nos compara a uma videira, onde somos os ramos e Cristo é o tronco, pois os ramos não se sustentam sozinhos, precisamos do tronco. A uva doce se transforma em vinho e a uva azeda em vinagre. Que tipo de fruto estamos produzindo? Os frutos da paz, da concórdia e da justiça, ou os frutos da guerra, do preconceito, da injustiça e de outros males? Dentro deste contexto da fé, sabemos que sem Deus não somos nada. Aqueles que não tem Deus só trazem o sofrimento àqueles com quem convivem. Os que servem a Deus são felizes e levam a felicidade aos outros. Nossa meta é que realizemos nem que seja uma pequena obra de caridade por dia. O Evangelho nos narra que quatro homens levam um enfermo paralítico até Jesus, para ser curado. Não se fala o nome destes homens, nem quem são eles, isto nos mostra que a caridade deve ser feita no anonimato e deve ser silenciosa. Jesus não é curandeiro nem milagreiro, não devemos recorrer a Ele apenas no momento do desespero. Às vezes escutamos os gritos do mundo, mas não escutamos o que Jesus fala ao nosso coração.
 É preciso vencer as dificuldades para chegarmos até Jesus, e na maioria das vezes nos acomodamos e não temos coragem de ultrapassar as barreiras que nos impedem de ajudar o nosso próximo e leva-lo até Jesus. Falou também da sua alegria em ser sacerdote da igreja de Jesus Cristo, em servir à Deus através do serviço aos irmãos. Antes da benção final foi rezada a novena de São Sebastião. E ao final da celebração Côn Tarcísio Moreira agradeceu a presença de todos, agradeceu ao Padre Túlio e aos paroquianos da Paróquia do Divino Espírito Santo presentes à Celebração. Logo após a missa aconteceu o momento de confraternização no adro da matriz, com apresentação de grupo musical e movimento de barraquinhas. Que São Sebastião interceda por nós e nos livre dos flagelos da peste, da fome e da guerra!













Fotos: Valéria Mattos
Texto: Niuzeth Matos




sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

2º DIA: JESUS CRISTO, CHAMADO PARA UMA MISSÃO REDENTORA!

Na celebração eucarística do dia 12 de janeiro, na Matriz de São Sebastião, aconteceu o 2º dia da novena, que  pela missa de manhã foi presidida por padre Vanderli, da Paróquia de Nossa Senhora da Assunção, e à noite, presidida por Monsenhor Geovane Luiz da Silva, pároco do Santuário da Piedade e Cônego Tarcísio. A celebração contou também com a participação da  Equipe de liturgia, Pastoral da acolhida, MECE, Acólitos, Equipe de ornamentação, ministros leitores e da palavra e grupos de canto.
Padre Geovane nos levou a refletir sobre a nossa verdadeira identidade de filhos e filhas de Deus.
" Celebrando a Eucaristia tomamos consciência que somos a comunidade amada por Jesus. Somos a família de Deus. rendemos graças a Deus pelo seu amor, manifestando também  a vida e o testemunho do glorioso mártir São Sebastião. Nós veneramos os santos porque eles seguiram Jesus de perto, particularmente São Sebastião que uniu-se a Cristo por causa do martírio, derramou seu sangue para dar testemunho do evangelho. Queremos  também imita-lo, segui-lo, porque todos nós participamos da missão de Jesus. O tema nos ajuda a aprofundar a nossa fé no dia de hoje, é justamente  este,  Jesus e a sua missão redentora, a missão libertadora de Jesus. É disso que nos fala o o evangelho no dia de hoje, Jesus Cristo na sua vida, sempre se colocou ao lado daqueles que sofriam, Ele passou por este mundo fazendo o bem. Jesus ao longo de sua vida nunca se distanciou dos que sofrem, sempre se aproxima. O que Deus quer para nós, senão a vida, a paz e a cura. Nós também precisamos de cura, de libertação, por isso é que a missão de Jesus é uma missão redentora, Jesus Cristo veio  salvar, libertar integralmente o ser humano no seu corpo, na sua alma e no seu espírito, por causa disto a igreja que é sacramento de Jesus, sinal da presença de Jesus agindo no mundo, ela também deve se preocupar com o ser humano na sua totalidade, considerando-o enquanto corpo, alma e espírito, a verdadeira religião que Jesus veio inaugurar é esta, a religião que salva o ser humano na sua totalidade. Daí nasce na igreja a preocupação pastoral,  o cuidado com os enfermos a atenção e a solicitude com os que estão no presídio, ajuda com aqueles que sofrem com as drogas,  devemos cuidar do espírito, por isso  na igreja de Jesus existe os sacramentos, a eucaristia, a confissão e a unção dos enfermos, esta é a missão redentora de Jesus, libertar, salvar o ser humano totalmente e esta e também a missão da igreja. E que todos nós possamos em nossas vidas, e todos os dias e particularmente nesta novena em honra a São Sebastião possamos fazer um encontro libertador com o Cristo. Abramos  as portas e os ouvidos do nosso coração para que escutar a voz daquele que nos dá faz uma promessa de vida, eu quero, fique curado, hoje não fecheis o nosso coração, mas ouvi a voz do Senhor. A voz do Senhor ecoa fortemente em nós quando ouvimos o evangelho e, se dirige em nós, na catequese, na liturgia, nos momentos de oração pessoal e em meio aos ruídos do dia a dia. ás vezes torna-se difícil acolher a palavra  do Senhor, não fecheis o vosso coração, pois ele é o sacrário, a morada  que Deus quer habitar.














 



Fotos: Alexandre/ Marciléa Oliveira
Texto: Marciléa Oliveira





quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

1º DIA DA NOVENA: JESUS CRISTO, SUMO E ETERNO SACERDOTE

Iniciou-se no dia 11 de janeiro, o 1º dia da novena em honra ao nosso padroeiro São Sebastião. Com celebrações às 8 horas da manhã e às 19 horas e 30 minutos,  pela manhã presidida pelo padre Luiz Paixão e à noite presidida por Dom José Eudes, bispo de Leopoldina, e concelebrada por Padre Eliseu e Cônego Tarcísio. A celebração contou também com a participação dos seminaristas, Giovane e Ronaldo, Irmandade do Santíssimo, Vicentinos, Terço dos homens e terço das mães que rezam pelos filhos.
Em sua homilia, Dom José Eudes relatou a alegria de estar abrindo a nossa festa e destacou momentos importantes de nossa Paróquia ao longo destes 60 anos. Pediu que agradecêssemos por todos os padres que por aqui passaram e por suas vidas dedicadas ao serviço da igreja. E completou: " Somos convidados a agradecer a todos os sacerdotes que passam pelas igrejas semeando a boa nova. A presença de Jesus passa por todos, fazendo o bem, especialmente aos mais necessitados. É necessário pedir a Jesus que nos cure de todas as enfermidades e que nos conceda a saúde do corpo e da alma. Assim é a vida de cada um que somos chamados a pregar a boa nova do Evangelho em todos os lugares, Jesus Cristo, sumo e eterno sacerdote. E neste ano sacerdotal é  dirigido aos ministros ordenados, que, no dia em que assumiram a entregar a nossa vida à todos os necessitados, nós, ministros ordenados, na ordem do sacerdócio, somos convocados a seguir nossa missão de sermos bom pastor, irmos ao encontros dos mais fragilizados, somos configurados à Cristo,  somos pregadores do evangelho e do povo de Deus, somos convidados a alimentar a Palavra de Deus e vivê-la. Que possamos renovar o nosso sim, nosso compromisso em servir o povo de Deus que é igreja. Vale a pena ser padre, servir à igreja e seguir à Jesus Cristo, que é caminho verdade e vida, que nos capacita para seguir à sua missão de evangelizar. E peço à toda comunidade, que rezem, para que o Senhor da mece continue a enviar novos ministros e operários . E à São Sebastião, que nos ilumine e nos proteja contra os flagelos da peste, da fome e da guerra. E que assumamos o nosso compromisso de batizados.

































Fotos: Alexandre / Marciléa Oliveira
Texto: Marciléa Oliveira