segunda-feira, 18 de setembro de 2017

ADORAÇÃO DO EAC

Aconteceu na noite deste domingo, 17 de setembro, antes da santa missa, a Adoração ao Santíssimo, com os adolescentes, em preparação para o 13º EAC. Vários jovens participaram deste momento de oração, que foi conduzido pela Ministra da Eucaristia, Luciana Lamas encerrando com a benção do Diácono Marcio Henrique.





Marciléa Oliveira


COMUNIDADE SÃO LUCAS - SÃO SEBASTIÃO

Comunidades de São Lucas e Matriz de São Sebastião, acolheu em (17/09),o Padre Darthagnan, para celebração do 24º Domingo do Tempo Comum.O celebrante iniciou a reflexão ressaltando que a liturgia nos fala sobre o perdão. No Evangelho, Jesus responde a Pedro que lhe perguntou:quantas vezes devo perdoar se alguém pecar contra mim? Setenta vezes sete, foi a resposta de Jesus. O celebrante exemplificou as crises familiares, que não perdoam nem duas vezes. Na realidade, devemos perdoar quantas vezes forem necessárias. Devemos tratar o outro como Deus nos trata. Quem não perdoa, se mata e morre. Falou sobre o suicídio, cada vez mais comum na juventude. A falta de perdão é como uma doença grave, não se cura sozinho. Não podemos esquecer o tanto que fomos perdoados. Aquele que realmente perdoa de coração, arranca o mal de sua vida. É difícil, mas é necessário e urgente.
O celebrante refletiu sobre o refrão do salmo 102: O Senhor é bondoso,compassivo e carinhoso. Deus declara amor pelos seus filhos todos os dias. Carinho é uma qualidade do amor verdadeiro. E levou a comunidade a refletir a partir de suas perguntas. Qual é mágoa, rancor ou ressentimento que temos no coração? Entreguemos para Deus, e peçamos que a misericórdia dele nos transforme. O perdão é a expressão máxima do amor.




















Fotos: Eliane Martin/Marciléa Oliveira
Texto: Eliane Martin


domingo, 17 de setembro de 2017

COMUNIDADE AUXILIADORA

Comunidade Auxiliadora celebrou em 16 de setembro o , 24º domingo do tempo  comum, juntamente com Cônego Tarcísio.
"Senhor,quantas vezes devo perdoar ,se meu irmão pecar contra mim?"( Mt 8,21)
Pastoral do dízimo participou da procissão da Palavra.
Em sua reflexão,o celebrante acolheu com alegria os aniversariantes,rendendo graças a Deus pela vida de todos. Sintetizou a Palavra de Deus numa única palavra :Perdão.
Na 1ª leitura o autor nos falou para não guardarmos rancor, mágoa, e sim libertar o nosso coração desses maus sentimentos. O Evangelho nos ensinou a refletir sobre a oração do Pai-nosso.A palavra de Deus é o caminho de vida, não alcançaremos o perdão de nossas faltas se não perdoarmos o próximo. O perdão é uma expressão de amor, a luz de Cristo é expressão de luz. A  lei do amor, é a capacidade de perdoar, de superar os ressentimentos e toda mágoa,de olhar o outro como seu semelhante,como filhos de Deus. A palavra nos levou a refletir sobre a necessidade de aperfeiçoar nossas atitudes. Tratar o outro com mais dignidade. Se amássemos mais, o mundo seria melhor. O Perdão nos liberta, nos cura, nos tira da cadeira do psicólogo, do psiquiatra, do cardiologista, de qualquer especialista. Quando perdoamos nosso coração fica livre é vida nova para quem perdoa, oportunidade de vida para quem recebeu o perdão. Que Deus nos faça instrumentos de amor, perdoando-nos uns aos outros, como Ele nos amou e perdoou.A celebração finalizou-se com homenagem aos aniversariantes.







Eliane Martin


quinta-feira, 14 de setembro de 2017

REUNIÃO DE COROINHAS - COMUNIDADE AUXILIADORA

Na noite de 7 de setembro, aconteceu na Comunidade Auxiliadora a reunião do grupo de coroinhas,coordenado por Márcia.
Um dos principais temas abordados , foi o silêncio e o respeito que o coroinha deve ter diante do altar e dos objetos litúrgicos. Usando uma linguagem simples e direta com os coroinhas, foi explicado sobre as vestes litúrgicas, livros e objetos utilizado pelo sacerdote nas diversas celebrações que são realizadas na comunidade. 
Nas orações ,de forma especial ,rezaram pelo Brasil,pela data comemorativa.
A leitura de um versículo da Bíblia,será a tarefa da semana.Reunião encerrada com orações.






Eliane Martin


REUNIÃO DE PREPARAÇÃO PARA O CRISMA - COMUNIDADE AUXILIADORA

A Preparação para a Crisma é um momento de aprofundamento da fé para os jovens com 15 anos completos e que desejam receber o sagrado Sacramento da Confirmação ou Crisma. A partir da proposta de Catequese da Arquidiocese de Mariana, a formação gira em torno dos eixos: Vocação Humana, Vocação Cristã, Ser Igreja Hoje, Ser Cristão no Mundo e Vida no Espírito. Além disso, os encontros se propõem a dar uma resposta diferenciada de acordo com a Fé Católica às diversas situações que atingem a vida da juventude. Em nossa Paróquia de São Sebastião, os encontros sempre têm início no mês de agosto e acontecem nas seguintes comunidades e horários: 
Matriz de São Sebastião: segunda, às 19 h. 
São Lucas: terça, às 19 h. 
N. Sra. Auxiliadora: terça, às 19 h 30 min. 
Santo Expedito: quinta, às 19 h30 min. 
São Domingos de Gusmão: sábado, às 15h. 
É importante lembrar que a preparação para a Crisma, mais do que um "curso", como se costuma dizer, é um momento de amadurecimento da Fé e experiência profunda de Deus que marca o início de uma nova fase na vida do jovem, e um convite a descobrir na Igreja e nos Sacramentos, especialmente na Eucaristia, a força viva do Espírito Santo, a mover novos discípulos missionários para enfrentar os desafios deste mundo através da união com o Cristo, no amor santificante do Pai.
(Euclides Evangelista Marçal - Comunidade Nossa Senhora Auxiliadora)










Fotos: Eliane Martin
Texto: Euclides Evangelista

terça-feira, 12 de setembro de 2017

COMUNIDADE SANTO EXPEDITO

A Comunidade de Santo Expedito celebrou hoje juntamente com o Diácono Denerval, o 23° Domingo do tempo comum. 
Em sua homilia o celebrante nos fala da importância da Palavra de Deus.
Este mês nos chama a atenção para o valor e a importância da palavra de Deus em nossa vida. Sem ela nós vivemos nas trevas e no pecado, pois é a palavra Dele que ilumina nossa vida e orienta nossas ações. 
Que a palavra proclamada alimente nossa fé, e nos faça cada vez mais discípulos de Jesus, e testemunhas vivas dessa palavra no mundo.






 Gabriela Cabral



COMISSÃO DOS EACS

Reunião da Comissão formada pelos EACs para estudo e elaboração de documento que regularizara o movimento em nossa Igreja. Neste dia iniciamos o estudo e discussão do segundo temário.



Fotos: Eliane Martin
Texto: Rozana  Mazzoni


COMUNIDADE AUXILIADORA

Comunidade Auxiliadora celebrou na noite de 09 de Setembro, o 23º  Domingo do Tempo Comum, com Cônego Tarcísio. Aconteceu a procissão da Palavra com a participação das crianças do coral .
"Não fecheis o coração,ouvi hoje a voz de Deus"
O celebrante iniciou a reflexão cantando o refrão do salmo 94. Este salmo, nos convida, neste mês da Bíblia,  a não fecharmos o coração e sim, ouvir a voz de Deus.
Este refrão significa acolhimento à Palavra e discernimento quanto à vontade do Senhor. Não basta ouvi-la, mas é preciso saber o que ela incide sobre a nossa vida, provocando em nosso coração o sentido da nossa existência.
Na 1ª Leitura, recebemos o convite para que nós não sejamos omissos diante do pecado do nosso irmão. Tenhamos cuidado com o pecado da omissão. Observemos em nossa casa, apesar das escolhas, poderemos exortar e convidar a pessoa a refletir.
Amar o outro como a ti mesmo, tratar as pessoas como você gostaria de ser tratado, é o que nos falou a Carta de São Paulo aos Romanos. A Palavra de Deus nos convidou a sermos a referência do amor. O evangelista Mateus, nos fala da correção fraterna, da importância de não sermos omissos para que sejamos instrumento da Palavra.
Mandamento de Deus é um convite para fazermos o bem. Semeemos boas sementes para colhermos bons frutos, amar para ser amado. A Palavra de Deus tem uma proposta de vida para todos nós, luz que nos guia. 
Mês da Biblia, mês da palavra! Que nós sejamos instrumentos do Cristo, que a Palavra de Deus ecoe no coração das pessoas.
O Setembro Amarelo, nos faz lembrar da perda do sentido da vida, e nós somos homens e mulheres da esperança, somos amados e acolhidos. Instrumentos da Palavra de Cristo em socorro de nossos irmãos.
Crianças do coral da Catequese, participaram do sorteio de uma Bíblia. Celebração finalizada com abraço da paz.











Eliane Martin