sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Ciência e fé em prol da vida - DICA DE FILME

 Uma reflexão espiritual sobre o filme "Perdido em Marte"

Projeções de Fé

Perdido_em_Marte


Sinopse: O astronauta Mark Watney (Matt Damon) é enviado a uma missão em Marte. Após uma severa tempestade ele é dado como morto, abandonado pelos colegas e acorda sozinho no misterioso planeta com escassos suprimentos, sem saber como reencontrar os companheiros ou retornar à Terra.

O lendário Ridley Scott, diretor de clássicos como “Alien”, “Blade Runner” e “Gladiador”, acaba de lançar Perdido em Marte, seu mais novo filme de ficção científica. Scott é, sem dúvida, uma das maiores referências desse gênero no cinema e, dessa vez, não se limita a reproduzir padrões comuns de um usual thriller espacial, trazendo elementos novos e um ritmo mais dinâmico.

O astronauta Mark Whatney (Matt Damon), após sofrer um acidente, tem que se virar sozinho para sobreviver em Marte, contrariando todas as expectativas e a escassez de alimentos. Nesse aspecto, especialmente no início, Perdido em Marte nos remete ao filme “Gravidade”, destacando que o personagem viverá uma dura e longa jornada para voltar à Terra. De fato, como espectador, não há como não se colocar nas diversas situações difíceis em que Mark se encontra e pensar: “Eu não duraria um dia naquele planeta!”

É justamente nesse ponto que o filme cresce bastante em qualidade. Como cientista/biólogo, Mark usará de todo o seu conhecimento científico para prolongar sua sobrevivência, produzindo água através de reações químicas e plantando batatas no solo de Marte! O mais interessante é que toda a ciência utilizada no filme é explicada de forma muito simples, através de um formato “vlog”, como se o personagem conversasse conosco.

Além disso, na Terra, há um considerável esforço científico da NASA em criar as condições necessárias para que Mark possa se salvar. A colaboração da CNSA, agência espacial chinesa, com a NASA, mostrando o interesse comum de toda a humanidade em resgatar um ser humano perdido em outro planeta, é também notável.

Outro aspecto muito interessante em Perdido em Marte é a referência religiosa. Mark é um personagem incrivelmente persistente, cuja fé também vai sendo apresentada sutilmente ao longo da trama. Se a ciência é fundamental para garantir o maior número de dias possível em Marte, até que venham resgatá-lo, se não fosse sua fé, ele certamente não teria determinação e força para acreditar no seu retorno. O filme, inclusive, faz uma referência a um pequeno crucifixo, sem o qual Mark não teria feito a reação de combustão para criar água.

O considerável progresso que a humanidade alcançou através da expansão do conhecimento científico e do advento das novas tecnologias é ressaltado pelo Papa Francisco, em sua mais recente Encíclica Laudato Si (nº 102). Segundo o Santo Padre:
“Somos herdeiros de dois séculos de ondas enormes de mudanças: a máquina a vapor, a ferrovia, o telégrafo, a eletricidade, o automóvel, o avião, as indústrias químicas, a medicina moderna, a informática e, mais recentemente, a revolução digital, a robótica, as biotecnologias e as nanotecnologias. É justo que nos alegremos com estes progressos e nos entusiasmemos à vista das amplas possibilidades que nos abrem estas novidades incessantes, porque a ciência e a tecnologia são um produto estupendo da criatividade humana que Deus nos deu”.
Jamais nos esqueçamos que a Ciência e a Fé caminham juntas em benefício do ser humano, a fim de que este alcance a contemplação da Verdade. Perdido em Marte é a Ciência e a Fé aplicadas em prol da Vida!

Assista ao trailer: 


SEMANA VOCACIONAL - 2016: VENHA SER PADRE NA ARQUIDIOCESE DE MARIANA!

Durante os dias 05 a 09 de janeiro de 2016, acontecerá mais uma Semana Vocacional, com o objetivo de selecionar jovens - que se sentem chamados ao sacerdócio na Arquidiocese de Mariana - para o processo formativo do Seminário São José. Tanto os jovens que cursam Ensino Médio quanto os que já o concluíram podem participar da Semana, cujo tema ressalta que “Aquele que vos chamou é fiel” (1Ts 5,24).
Os candidatos com Ensino Médio completo participarão na Casa do Propedêutico, em Barbacena; os que ainda cursam o Ensino Médio, no Instituto de Filosofia, em Mariana.
Lembrando que, para participar da Semana Vocacional, é necessário que o candidato seja devidamente apresentado pelo pároco.  
Para maiores informações, entre em contato com o padre Luiz da Paixão Rodrigues, pelo telefone (32) 3332-7959 ou pelo e-mail: pelpaixao@yahoo.com.br, ou com o Padre Daniel Ângelo Henriques, pelo telefone (32) 3331-0766 ou pelo e-mail dani.cruzeiro@yahoo.com.br.
Jovem, venha ser padre na Arquidiocese de Mariana! Rezem na e com a vida o chamado que Deus lhes fez. Assim, nunca se esquecerão de que “as vocações nascem na oração e da oração. E só na oração podem perseverar e dar frutos” (Papa Francisco).

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Vaticano apresenta Relatório final do Sínodo dos Bispos

“Reunidos no Sínodo em torno do papa Francisco, agradecemos-lhe por nos ter convocado para refletir, sob a sua orientação, sobre a vocação e a missão da família hoje. Oferecemos-lhe o fruto do nosso trabalho com humildade, na consciência dos limites que ele apresenta”, expressaram os padres sinodais na introdução do relatório final da 14ª Assembleia Ordinária do Sínodo dos Bispos sobre a Família.
 
O texto foi aprovado no sábado, 24 de outubro. O Relatório é composto por 94 parágrafos e pode ser lido na versão final em italiano.

Durante quase vinte dias reunidos, os padres sinodais refletiram sobre “A vocação e a missão da família na Igreja e no mundo contemporâneo”.

Reflexões
Entre os temas presentes no Relatório, foram abordados a indissolubilidade matrimonial; pessoas homossexuais e uniões homossexuais; migrantes e refugiados; valorização da mulher; crianças e idosos; fanatismo; individualismo; pobreza; precariedade no trabalho; preparação ao matrimônio.

O Relatório sublinha a beleza da família, Igreja doméstica baseada no casamento entre homem e mulher, “porto seguro dos sentimentos mais profundos, único ponto de conexão numa época fragmentada, parte integrante da ecologia humana. Deve ser protegida, apoiada e encorajada”.

No item 94, os padres sinodais apresentam a conclusão das reflexões do Sínodo, com pedido ao padre Francisco para que avalie a possibilidade de publicação de um documento final sobre a família.
“No decurso desta Assembleia, nós, Padres sinodais, reunidos em torno do Papa Francisco, experimentamos a ternura e a oração de toda a Igreja, caminhamos como os discípulos de Emaús e reconhecemos a presença de Cristo no partir do pão na mesa eucarística, na comunhão fraterna, na partilha das experiências pastorais. Esperamos que o fruto deste trabalho, agora entregue nas mãos do Sucessor de Pedro, dê esperança e alegria para tantas famílias no mundo, orientação aos pastores e aos agentes pastorais, e estímulo à obra de evangelização. Concluindo este Relatório, pedimos humildemente que o Santo Padre avalie a possibilidade de oferecer um documento sobre a família, para que nela, Igreja doméstica, resplandeça cada vez mais Cristo, luz do mundo”, expressam os membros do Sínodo.

Confira a íntegra do relatório final:

http://www.news.va/pt/news/sinodo-a-mensagem-final-do-papa-francisco-texto-in

Fonte: CNBB com informações e foto da Rádio Vaticano.
Fonte da notícia: http://www.arqmariana.com.br/vaticano-apresenta-relatorio-final-do-sinodo-dos-bispos/
 
 

A carne processada e o câncer: a solução não pode estar na “temperança”?

 A indústria da carne e seu impacto na saúde, 
no meio ambiente e... no nosso bom senso


Bacon

A Organização Mundial da Saúde (OMS) acaba de publicar um estudo em que indica que a carne processada (salsichas, linguiças, hambúrguer, presunto…) aumenta o risco de desenvolver câncer. O estudo coloca esse tipo de alimentos na mesma categoria do tabaco, do álcool e da poluição do ar.

A notícia, é claro, deu a volta ao mundo e muita gente se pergunta por que a OMS apareceu agora com este relatório: o que há por trás da tentativa de nos “proibir” de comer linguiça?

Não é bom virar os olhos diante de uma recomendação como esta. Mas é o caso de perguntar-nos o que mudou na carne processada para que ela seja agora considerada potencialmente cancerígena.

Não há nada de novo
Em 2013, a revista BMC Medicine publicou um estudo em que analisava a dieta de meio milhão de indivíduos. Em suas conclusões, a pesquisa informou que alimentos como bacon, salame, salsichas e, em geral, os processados industriais de carne, como hambúrguer, almôndegas e lasanhas pré-cozidas, por exemplo, estão associados a um risco maior de doenças cardiovasculares e câncer. Outros estudos revelam as quantidades de nitrito e nitrato que pode haver nas carnes processadas: estes dois elementos, utilizados na conservação das carnes, foram relacionados com casos de câncer tanto em animais (em laboratório) quanto em humanos.

O consumo exagerado
O grave problema que deve ser reconhecido a partir do estudo da OMS é o exagerado aumento do consumo de carne nos últimos anos, afetando não só a saúde das pessoas, mas também a do meio ambiente. A contaminação gerada pela indústria pecuária é semelhante à produzida pelo tráfego de veículos.

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) já advertiu que, entre as mudanças necessárias para garantir um futuro mais seguro, é prioritário mudar os hábitos alimentares aumentando o consumo de vegetais, melhorando as práticas agrícolas e a gestão da água e diminuindo o consumo de carne e derivados lácteos.

A virtude da temperança
Os estudos demonstram, mais uma vez, a importância de uma das grandes virtudes cristãs: a temperança: “moderar a atração dos prazeres e procurar o equilíbrio no uso dos bens criados”.

A encíclica Laudato Si’, do papa Francisco, alerta que “o enorme consumo de alguns países ricos tem repercussões nos lugares mais pobres da Terra, especialmente na África, onde o aumento da temperatura, unido à seca, provoca estragos no rendimento dos cultivos”.

A avidez do consumo leva a uma “produção de carne” inconsequente. O problema é também moral, já que nasce da perda do domínio da nossa vontade sobre os nossos instintos e ganâncias.
Por que não vamos à raiz do problema? Moderação e temperança é uma solução que nunca “sai de moda” no desfile de problemas da humanidade.


 

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Inscrições abertas para o III AcampBosco em Barbacena

A alegria tem que ser compartilhada”. Baseado nesse tema será realizado, entre os dias 27 e 29 de novembro, a terceira edição do AcampBosco, Acampamento de Jovens, na Casa de Retiro dos Salesianos, em Barbacena (MG).
reprodução Internet
O encontro é destinado a jovens de 15 a 25 anos. Os interessados podem realizar sua inscrição até o dia 15 de novembro, na sede das Obras Salesiana de Barbacena (Praça Dom Bosco, 88 – Carmo). A taxa é de R$35,00 com direito a hospedagem, alimentação e camisa. As vagas são limitadas e menores de idade devem ter autorização dos pais.

O encontro
Nos três dias de atividades os jovens participarão de conferências, momentos de oração, atividades de recreação, shows, luau e festas. Partindo da Pedagogia Salesiana e do jeito salesiano de evangelizar e de educar a juventude, pensamos em usar aspectos lúdicos da vida cotidiana a partir do acampamento, para fazer esse trabalho com os jovens, conta a coordenadora do grupo de jovens Dom Bosco Sem Fronteiras, Ana Carla Mendes.

O responsável pela Pastoral Juvenil Salesiana em Barbacena, padre João Carlos André, lembra as palavras de Dom Bosco “Nós recebemos nossa vida como presente de Deus. A forma como que vivemos é o nosso presente, a nossa retribuição a Deus”.

Nosso testemunho precisa ser o mais bonito possível porque Deus merece e o acampamento nos proporciona isso: preparar bem o presente que nós somos, nessa vida que doamos para Deus e assim vivermos bem e felizes”, acrescenta o assistente do Noviciado Salesiano, Augusto Rodrigues de Souza.
Mais informações pelo telefone: (32)3331-6635.


“Dia da Arquidiocese” celebra os 270 anos da primeira Diocese de MG

Os fieis da Arquidiocese de Mariana têm um encontro marcado no dia 28 de novembro. O “Dia da Arquidiocese” pretende celebrar os 270 anos de criação da primeira diocese de Minas Gerais. Esse evento se realizará na Arena Mariana, na cidade de Mariana, às 16h.

 
Todas as paróquias, comunidades, bem como as associações religiosas e os movimentos eclesiais são convidados para este encontro, que tem como principal objetivo nutrir o sentido de pertença à Igreja particular de Mariana, fortalecer os laços da comunhão eclesial e preservar a memória histórica de uma das dioceses mais antigas do Brasil.
O Arcebispo de Mariana, Dom Geraldo Lyrio, ressaltou em sua convocação, que espera contar com a presença de todas as paróquias, bem como a participação de todos os presbíteros, diáconos, religiosos e religiosas de nossa Arquidiocese, membros dos conselhos, ministros e agentes de pastoral leigos e leigas.

Projeto Arquidiocesano de Evangelização
O texto base do Projeto Arquidiocesano de Evangelização (PAE), novo material de estudo para as comunidades e paróquias da Arquidiocese de Mariana no ano de 2016, será apresentado na celebração do Dia da Arquidiocese.

A nova versão do texto vem sendo construída desde o mês de junho. Ela foi encaminhada para as regiões pastorais, onde os delegados de cada região irão estudar o material para a Assembleia Arquidiocesana, que será realizada nos dias 27 e 28 de novembro, em Mariana.

Na mesma ocasião, serão celebrado os 265 anos da fundação do Seminário São José e o Jubileu de Ouro do encerramento do Concílio Vaticano II.

Serviço: Dia: 28 de novembro
Local: Arena Mariana,
Rua São Vicente de Paula, nº 199, Bairro Vila Aparecida, Mariana – MG.
Horário: 16h
Informações: (31) 3557-3167


 A Paróquia São Sebastião se fará representar na festa e, para tanto, esta sendo organizado uma excursão. Mais informações na Secretaria Paroquial, pelo telefone 3331-1910, no período da tarde.
 

BAILE À FANTASIA - RUMO À CRACÓVIA 2016


Reprodução Internet
Na próxima sexta-feira, 30, acontecerá o Baile à Fantasia promovido pelos jovens, com objetivo de arrecadar fundos para Jornada Mundial da Juventude 2016 e representar a Paróquia São Sebastião no encontro com o Papa na Cracóvia. O evento se realizará na Cabana da Mantiqueira, a partir das 21h. Os interessados em participar podem procurar o escritório paroquial. Valor do convite 12,00.


segunda-feira, 26 de outubro de 2015

30º DOMINGO DO TEMPO COMUM - COMUNIDADE SÃO DOMINGOS

A Comunidade de São Domingos de Gusmão celebrou hoje às 10 horas da manhã, o 30º Domingo do Tempo Comum, celebração esta que foi presidida por Padre Daniel, celebramos também o último domingo do Mês Missionário. Com o tema "Ele recuperou a vista e seguia Jesus pelo caminho", retirado do Evangelho de São Marcos. Padre Daniel iniciou a homilia falando sobre a missão do sacerdote, que é alguém tirado do meio do povo e dado de novo ao povo através do seu sim à Deus e da sua vocação. Sobre o Evangelho nos disse que o cego Bartimeu simboliza todos aqueles que seguem o Cristo, mas sem perceber que segui-lo significa participar do seu sacrifício de vida pelos irmãos. A passagem da cura é um lição sobre a luz que o cristão recebe ao encontrar o Cristo. Seus olhos se abrem e ele começa a entender o que significa seguir a Jesus. Ao ter seus olhos abertos o cego Bartimeu foi salvo pela sua fé e seu desejo de "ver" o Mestre, o fez tornar-se um novo seguidor de Jesus Cristo!




Fotos: Nathália Matos
Texto: Niuzeth Matos


MISSA DE ENVIO PARA OS ESTUDANTES

Aconteceu nesta sexta-feira, (23/10) as 19:30 horas na Matriz de São Sebastião a missa em ação de Graças pelos jovens que farão a prova do Enem, e pelos 50 anos da Conferência São Marcos. O celebrante Cônego Tarcísio, em sua homilia, nos levou a refletir sobre pontos importantes da liturgia.
O primeiro ponto que o celebrante destaca é a resposta do salmo “Ensinai-me Senhor a fazer a Vossa vontade” .Essa resposta é um convite para discernir o que é de Deus, pois quando tomamos consciência do que é de Deus, a vontade Dele se faz em nós. Mas para discernir as coisas de Deus, devemos ter fé, pois a nossa potencializa nossos dons, nossa consciência nas coisas. 
O segundo ponto é direcionado a palavra do evangelho de São Lucas: Há um tempo para tudo, há tempo para divertir, tempo para rezar e tempo para estudar. Hoje é tempo para rezar e agradecer a Deus por tudo e colocar em suas mãos o desejo de fazer uma boa prova! 
Ao final da celebração, a psicóloga Renata Vale Assunção conversou com os jovens e deu algumas dicas para realizar o exame.








Gabriela Cabral


sexta-feira, 23 de outubro de 2015

DICA DE FILME: "UM SENHOR ESTAGIÁRIO"


Não desprezes os ensinamentos dos anciãos, dado que eles os aprenderam com os seus pais. Estudarás com eles o conhecimento e a arte de responder de modo oportuno.” (Eclo 8, 11-12)
 












Sinopse: A história acompanha Jules (Anne Hathaway), uma bem-sucedida dona de um site de moda, que é abalada pela notícia de que terá que contratar um estagiário. Por uma questão social, os idosos precisam voltar a ativa. Nesse contexto, a moça passa a contar com Ben (Robert de Niro), um senhor de 70 anos que busca novos desafios.

O filme tem dois atores consagrados, Robert de Niro (72 anos) e Anne Hathaway (32 anos) fazendo papéis de personagens com idades semelhantes às deles, mas com realidades diferentes.
Ben (de Niro) é um senhor de 70 anos que se sente sozinho e inútil, que encontrou uma chance de se tornar estagiário em uma empresa formada apenas por jovens e em um ramo que ele não conhecia. Não teve medo e foi à luta, decidido a “ser alguém” de novo. Este sentimento de solidão e de inutilidade acontece na vida de muitos idosos, que chegam a ser esquecidos (ou até mesmo jogados em algum lugar) porque eles atrapalham a vida corrida de seus filhos ou parentes. Não é à toa que muitos não querem parar de trabalhar, mesmo se tiverem condições financeiras para se aposentarem, e fazem isso para se sentirem úteis.

A indiferença aos idosos machuca sua vidas, logo eles que, assim como os jovens e adultos de hoje, muito lutaram para ser alguém para outras pessoas.  

Como muito bem colocou o Papa Francisco (audiência geral, 04/03/15), nós devemos pensar nos idosos como parte da sociedade, não podemos desprezá-los:
A Igreja não pode e não quer conformar-se com uma mentalidade de intolerância, e muito menos de indiferença e de desprezo, em relação à velhice. Devemos despertar o sentido comunitário de gratidão, de apreço e de hospitalidade, que levem o idoso a sentir-se parte viva da sua comunidade.
Os anciãos são homens e mulheres, pais e mães que antes de nós percorreram o nosso próprio caminho, estiveram na nossa mesma casa, combateram a nossa mesma batalha diária por uma vida digna. São homens e mulheres dos quais recebemos muito. O idoso não é um alieno. O idoso somos nós: daqui a pouco, daqui a muito tempo, contudo inevitavelmente, embora não pensemos nisto. E se não aprendermos a tratar bem os anciãos, também nós seremos tratados assim.
Esse filme nos ajuda a ver que eles merecem nossa atenção, nosso respeito e nossos cuidados. Que após ver o filme, possamos notar que os idosos que estão em nossas vidas não estão mortos, não são como sofás velhos e gastos que devam ser descartados, mas que são pessoas vivas que precisam de atenção e carinho.

Só que o filme não é apenas sobre Ben, temos uma grande mulher moderna protagonizada por Anne Hathaway. Jules criou seu próprio negócio, em 1 ano e 6 meses transformou em uma grande empresa, mas para isso sacrificou muito de sua vida pessoal e afetou sua família (esposo e filha pequena), ainda que em alguns momentos a culpa não seja dela. Autossuficiente, não é de aceita ajuda ou conselhos, e é aí que entra Ben, que a seu modo e com a experiência de vida adquirida pelos anos, resolve ajuda-la. 

O Papa Francisco (audiência geral, 11/03/15) já aponta que os idosos tem um papel fundamental para os jovens, fruto de sua experiência de vida, e auxiliar os mais jovens a evitar caminhos errados:
Podemos recordar aos jovens ambiciosos que uma existência sem amor é uma vida árida. Podemos dizer aos jovens medrosos que a angústia em relação ao futuro pode ser derrotada. Podemos ensinar aos jovens demasiado apaixonados por si mesmos que há mais alegria em dar do que em receber.
Esta produção serve para mostrar a importância que devemos dar aos idosos, ouvindo seus conselhos, dando-lhes carinho, e ao mesmo tempo, nos traz um alerta de que o trabalho e o sucesso não podem sacrificar nossa vida pessoal, muito menos nossa família.

Um filme gostoso de assistir, uma comédia sobre as nossas vidas com boas pitadas de humor. Vale muito ser assistido e aprender com ele. Lembre-se da indicação para maiores de 10 anos




OUTUBRO ROSA - CUIDE-SE!




Como forma de participar da campanha OUTUBRO ROSA, a Paróquia São Sebastião pede aos fieis que vistam a cor rosa ou usem o tradicional "laço rosa" nas celebrações deste final de semana. É uma oportunidade para lembrar as mulheres da importância de se prevenirem contra o câncer de mama. 

Mas, como surgiu o "Outubro Rosa"? 

reprodução Internet

O movimento conhecido como Outubro Rosa nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. A data é celebrada anualmente com o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama e promover a conscientização sobre a importância da detecção precoce da doença. (fonte: INCA)

Para saber mais sobre a prevenção e tratamentos do câncer de mama, acesse:


Ou vá até a unidade básica de saúde mais próxima da sua casa. Em Barbacena, também há campanhas realizadas pelo Hospital Ibiapaba e pelas casas que prestam assistência aos pacientes com câncer e seus familiares.


10 grandes citações da Teologia do Corpo, de São João Paulo II

Ontem, 22, a Igreja celebrou o dia dedicado a São João Paulo II. Abaixo, segue um texto sobre um dos seus mais importantes e conhecidos ensinamentos: a Teologia do Corpo.

Reprodução Internet

Conhecer melhor o plano de Deus para o casal pode ser um grande presente de casamento!


Quer uma sugestão de excelente presente de casamento? A Teologia do Corpo, de São João Paulo II.

Aprender mais sobre o plano de Deus para o meu marido e para mim, assim como sobre o chamado de Deus à comunhão com Ele, foi algo que transformou a nossa relação antes de nos casarmos.

A Teologia do Corpo é uma coletânea de 129 discursos que São João Paulo II fez nas suas audiências das quartas-feiras durante o período de 1979 a 1984. É um tesouro de profundidade teológica sobre o significado de ser homem e mulher em relação um com o outro e em relação com Deus.

Desse tesouro, destaco 10 citações maravilhosas:

1. Os homens e as mulheres são criados à imagem de Deus
“O ser humano, a quem Deus criou ‘homem e mulher’, carrega a imagem divina impressa no seu corpo “desde o princípio”; homem e mulher constituem duas formas diferentes do humano ‘ser corpo’ na unidade daquela imagem” (2 de janeiro de 1980).

2. O homem e a mulher são feitos um para o outro
“Sozinho, o homem não realiza totalmente esta essência [de ser pessoa]. Ele só a realiza existindo ‘com alguém’ – e ainda mais profunda e completamente: existindo ‘para alguém’… Comunhão das pessoas significa existir num recíproco ‘para’, numa relação de recíproco dom” (9 de janeiro de 1980).

3. O nosso corpo nos permite tornar-nos um dom para os outros no amor
“O corpo humano (…) encerra ‘desde o princípio’ (…) a capacidade de exprimir o amor: aquele amor em que o homem-pessoa se torna dom e, mediante esse dom, realiza o próprio sentido do seu ser e existir” (16 de janeiro de 1980).
4. O corpo revela o mistério do amor de Deus pelos seres humanos
“O corpo, e só ele, é capaz de tornar visível o que é invisível: o espiritual e o divino. Ele foi criado para transferir para a realidade visível do mundo o mistério escondido desde a eternidade em Deus [o amor de Deus pelo homem] e, assim, ser seu sinal” (20 de fevereiro de 1980).

5. O casamento é a mais antiga revelação do plano de Deus
“O casamento [é] a mais antiga revelação (e ‘manifestação’) do plano [de Deus] no mundo criado, com a revelação e ‘manifestação’ definitiva, a revelação de que ‘Cristo amou a Igreja e se entregou por ela’ (Ef 5, 25), conferindo ao seu amor redentor um caráter e um sentido esponsal” (8 de setembro de 1982).

6. O casamento é a união numa só carne
“O casamento [é] o sacramento em que o homem e a mulher, chamados a se tornar ‘uma só carne’, participam do amor criador de Deus mesmo. E participam tanto pelo fato de, criados à imagem de Deus, terem sido chamados em virtude desta imagem a uma união particular (‘comunhão de pessoas’), quanto porque esta mesma união foi desde o princípio abençoada com a bênção da fecundidade” (15 de dezembro de 1982).

7. Os maridos são chamados a amar suas esposas como Cristo ama, e as mulheres a submeterem-se porque amam a Cristo
“O marido é especialmente aquele que ama e a esposa é aquela que é amada. Pode-se até arriscar a ideia de que a ‘submissão’ da esposa ao marido, entendida no contexto de toda a passagem da carta aos efésios (Ef 5, 22-23), signifique acima de tudo ‘experimentar o amor’. Tanto mais que esta ‘submissão’ se refere à imagem da submissão da Igreja a Cristo, que, certamente, consiste em experimentar o seu amor” (1º de setembro de 1982).

8. A vocação ao matrimônio exige a compreensão da Teologia do Corpo
“Aqueles que procuram o cumprimento da sua vocação humana e cristã no casamento, em primeiro lugar, são chamados a fazer dessa ‘teologia do corpo’, cujo ‘princípio’ está nos primeiros capítulos do livro do Gênesis, o conteúdo da sua vida e do seu comportamento. O indispensável, no caminho desta vocação, é a consciência profunda do significado do corpo, na sua masculinidade e feminilidade! Como é necessária uma consciência precisa do significado esponsal do corpo, do seu significado gerador!” (2 de abril de 1980).

9. A sexualidade humana é um dom de si no casamento e é procriativa
“Porque ao mesmo tempo ‘o ato conjugal une profundamente os esposos (…) e os torna capazes de gerar novas vidas’, e ambas as coisas acontecem ‘por causa da sua estrutura íntima’, segue-se que a pessoa humana (com a necessidade própria da razão, a necessidade lógica) ‘deve’ ler contemporaneamente os ‘dois significados do ato conjugal’ e a ‘conexão inseparável entre os dois significados do ato conjugal’. Trata-se de ler na verdade a ‘linguagem do corpo’” (11 de julho de 1984).

10. Cristo é o modelo para o matrimônio cristão
“Cristo manifesta o amor com que a amou [a Igreja] dando-se por ela. Aquele amor é a imagem e, acima de tudo, o modelo do amor que o marido deve manifestar à esposa no matrimônio, quando ambos estão submetidos um ao outro ‘no temor de Cristo’” (25 de agosto de 1982).

Fonte: http://pt.aleteia.org/2015/10/22/10-grandes-citacoes-da-teologia-do-corpo-de-sao-joao-paulo-ii/


Para conhecer mais sobre a Teologia do Corpo, acesse: 
http://www.teologiadocorpo.org/

http://teologiadocorpo.com.br/






terça-feira, 20 de outubro de 2015

IAM E DIA MUNDIAL DAS MISSÕES

Domingo, 18, na celebração das 9h, a Infância e Adolescência Missionária comemorou o Dia Mundial das Missões juntamente com a Comunidade, dando a Missão de servir com sacrifício e a oração, com Jesus e Maria vivendo missão a cada dia. O celebrante Cônego Tarcísio pediu orações pelo Sínodo dos Bispos do mundo inteiro reunidos no Vaticano com o Santo Padre Francisco, pelas famílias.


 Cida Sá
Assessora IAM