quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Mês do Dízimo

    
      O mês do novembro, na arquidiocese de Mariana, é dedicado à reflexão sobre o Dízimo. O dízimo insere a pessoa na comunidade, desperta os paroquianos para a partilha, para a solidariedade, para a responsabilidade com as coisas da Igreja. Uma verdadeira compreensão do dízimo se dá à medida que conhecemos a Deus. Ele partilhou conosco a criação, sua misericórdia, seu perdão e o seu Filho Unigênito.
     O grande sentido teológico do dízimo é despertar nos cristãos a sensibilidade para a vivência da partilha. Com a minha oferta partilho um pouco do que tenho com a paróquia, com a diocese, com os mais necessitados. Uma verdadeira multiplicação de dons, um milagre!
     Em nossa paróquia, o trabalho do dízimo tem dado certo. A prova disto está nas ações que realizamos em prol do Evangelho e do Povo que aqui participa. A reforma da casa paroquial, das salas da torre, da sacristia, da capela do Santíssimo; a ampliação do estacionamento, da capela mortuária, do escritório paroquial, das reformas nas várias capelas que formam a Paróquia; a construção de banheiros, a pintura da igreja, a aquisição de um veículo, o pagamento dos funcionários, férias, décimo terceiro salário, da água, da luz; os folhetos de missa, as taxas de iluminação e limpeza urbana, os encargos sociais e da côngrua do padre. São tantas obrigações que vemos nisto um verdadeiro milagre da multiplicação dos pães, conforme o capítulo 6 do Evangelho de São João.
     O objetivo de todo o trabalho do Conselho Econômico da paróquia (órgão que acompanha, fiscaliza e propõe ações administrativas paroquiais) é acolher bem as pessoas. A Igreja é a casa de todos, lugar que nos acolhe e nos fortalece na fé. A Igreja também partilha conosco o Pão da Palavra, o Pão Eucarístico, os sacramentos e muito mais.
     Dízimo não é para arrecadar dinheiro, nem uma imposição da Igreja. Não é uma campanha financeira, mas um meio de se criar uma consciência de corresponsabilidade, de compromisso com a Igreja, com a Evangelização e com os mais pobres. A sua presença nas celebrações e nas ações pastorais da paróquia também são Dízimos. É o dízimo do tempo que reservamos para Deus.
     Estimado irmão, obrigado por sua colaboração. A Igreja é nossa. Nosso também é o compromisso de evangelizar e cuidar da casa de Deus. "Pagai integralmente os dízimos ao tesouro do Templo, para que haja alimento em minha casa. Fazei a experiência, diz o Senhor dos exércitos, e vereis se não vos abro os reservatórios do céu e se não derramo a minha bênção sobre vós muito além do necessário( Malaquias 3,10-11)".
     Rogo à Virgem Maria proteção para você, sua família, seus amigos e seu trabalho. Que São Sebastião nos livre de todos os males. Amém.
Obrigado.
Padre Mauro Lúcio de Carvalho.

2 comentários:

  1. Jánua Celis de Oliveira Castelo8 de dezembro de 2012 11:16

    Obrigada pe. Mauro,por pedir, por nos á Virgem Maria, fico feliz em saber que a minha contribuição e de todos dizimistas realizou tantas obras,como a bela Capela do SANTISSIMO a casa paróquial etec.Beneficiando a todos que ali frequentam,espero que continue cada vez maior a contribuiçao de todos de boa vontade,e que Pe. Mauro continue a frente para que continue tudo maravilhosamente bem. Jánua

    ResponderExcluir
  2. Jánua Celis de Oliveira Castelo8 de dezembro de 2012 11:40

    Obrigada pe. Mauro pelos pedidos de oração por todos dizimistas, obrigada pelas belas obras realizadas ,que Deus abençõe a todas as pessoas de boa vontade que nosso dizimo continue prosperando cada vez mais, e o SR. tenha muita saúde para continuar seu trabalho não somos nada sem a proteção de Deus ,com ele com o povo, e com sua administração,paróquial, seremos mais.

    ResponderExcluir

SEJA BEM-VINDO, SEU COMENTARIO É UM CARINHO DE DEUS PARA NÓS, E NOS DARA MOTIVAÇÃO PARA CONTINUARMOS COM NOSSA MISSÃO. OBRIGADO POR SEU ELOGIO OU CRITICA. PAZ BEM